Aberto de Madrid tem realização ameaçada

Início    /    ATP    /    Aberto de Madrid tem realização ameaçada
Por Nittenis News  •  01 de Agosto de 2020

O Aberto de Madri, evento em quadra de saibro marcado para começar em 12 de setembro próximo, parece ter sua realização ameaçada depois que os organizadores foram aconselhados pelo Ministério da Saúde da Espanha a não realizar o torneio por causa da "deterioração" da cidade, devido à situação do coronavírus.

Dados do Centro Europeu de Prevenção e Controle de Doenças (ECDC) mostram que a taxa de infecção na Espanha está voltando a subir rapidamente.

"Devido ao aumento nos casos do Covid-19 em Madri nos últimos dias, os organizadores manifestaram suas preocupações em poder organizar o torneio livre de complicações de saúde que possam afetar os jogadores, torcedores e funcionários", afirmou um comunicado do Madrid Open.

"Em vista dessa situação, os organizadores solicitaram a ajuda de Antonio Zapatero, vice-secretário de saúde pública, e foram aconselhados a não realizar o torneio devido à tendência atual dos casos do Covid-19".

O dono do torneio, Ion Tiriac, tomará a decisão final sobre a realização do evento, que poderá acontecer como parte de uma temporada reduzida de quadra de saibro na Europa, antes do Aberto da França.

O Aberto da França está programado para começar em 27 de setembro, com os organizadores esperando permitir até 60% da capacidade de torcida em Roland Garros.

Fonte  BBC Sport

Publicidade