Acabou a hegemonia?

Início    /    Tênis    /    Acabou a hegemonia?
Por Raphael Favilla  •  27 de Abril de 2019

A campanha de Rafael Nadal no ATP 500 de Barcelona terminou nas semifinais. Neste sábado, o espanhol, segundo melhor tenista do ranking da ATP, foi eliminado ao perder para o austríaco Dominic Thiem por 2 sets a 0, com duplo 6/4 em 2h05 de jogo.

Thiem se vinga assim da derrota sofrida para Nadal na decisão de Barcelona de dois anos atrás e consegue um feito incrível ao derrotar o 'rei do saibro' por quatro temporadas consecutivas sobre o saibro. Repete assim as vitórias de Buenos Aires (2016), Roma (2017) e Madri (2018). Agora, apenas ele e Novak Djokovic conseguiram bater Nadal ao menos quatro vezes no saibro (o sérvio o fez em sete duelos).

Ao vencer o dono da casa, Thiem chega à final do torneio na Espanha e segue em busca de seu segundo título no ano. O número 5 do mundo conquistou o Masters 1000 de Indian Wells em março e tenta retornar à quarta posição do ranking, a melhor de sua carreira, ocupada atualmente por Roger Federer.

Thiem contou com o saque para vencer Nadal. Ele teve cinco aces na partida, dois no primeiro set e três no segundo, não cometeu nenhuma dupla falta e não sofreu quebra. O espanhol, por outro lado, conseguiu apenas um ace, cometeu cinco duplas faltas e teve o saque quebrado duas vezes, uma em cada parcial.

O austríaco fez um grande primeiro set, assumindo muito risco e sendo feliz em diversos pontos de capital importância. Conseguiu quebra ainda no quinto game, em mais um momento em que Nadal jogou pouco com o primeiro saque e ainda cometeu dupla falta no break-point. Depois, o austríaco sustentou a vantagem com bolas de grande qualidade, disparando seus potentes golpes. Poderia ter vencido com maior facilidade, mas o espanhol evitou quatro oportunidades de quebra no sétimo game.

O segundo set começou com games muito longos e estafantes trocas de bola. Momento delicado, Nadal precisou salvar dois break-points logo de cara. Fazendo lances espetaculares e com alto grau de dificuldade com seu backhand, Thiem conseguiu nova quebra e abriu 3/2.

Outra vez pressionado, o espanhol lutou muito para evitar outra quebra no sétimo game que poderia ser fatal e aí viveu um momento muito tenso, quando sacou com 3/5, 30-30 e Thiem teve a passada na mão, mas o espanhol evitou com voleio de grande reflexo.

Por fim, Thiem teve controle emocional para liquidar a partida saindo de 0-40. Arrancou mais uma deixada milimétrica, fez ace e forçou o jogo para completar a tarefa. Vai assim em busca do 13º título da carreira.

Publicidade