Brasil define confronto contra Chile

Início    /    Tênis    /    Brasil define confronto contra Chile
Por Raphael Favilla  •  06 de Fevereiro de 2019

Pouco depois de Carolina Meligeni Alves vencer sua partida, coube a Beatriz Haddad Maia definir o confronto entre Brasil e Chile, pela primeira rodada do Zonal Americano I no saibro de Medellín, na Colômbia. Bia confirmou o favoritismo contra a 305ª colocada Daniela Seguel, ao marcar 6/3 e 6/2 em 1h27de partida.

Com o resultado, o Brasil já fez 2 a 0 na série e garantiu a vitória no confronto. Com a disputa já definida, Bia pode até ser poupada da partida de duplas que fará com Luisa Stefani contra Alexa Guarachi e Barbara Gatica. A equipe brasileira ainda tem Gabriela Cé à disposição. A capitã é a experiente treinadora e ex-jogadora profissional Roberta Burzagli.

Carol derrotou a 544ª do ranking Fernanda Brito por 6/2, 3/6 e 6/3 em 2h16 de partida. Foi o primeiro jogo de simples que Carol Meligeni Alves disputou pela Fed Cup. Ela só havia disputado a competição anteriormente em 2017, quando conseguiu uma vitória nas duplas ao lado de Luisa Stefani em confronto contra a Colômbia.

Já Bia Haddad Maia marcou sua nona vitória em 13 jogos de simples pela Fed Cup na carreira. Considerando as partidas de simples e duplas, a canhota paulista acumula 14 vitórias e seis derrotas pela competição entre países.

O Brasil está no Grupo B da seletiva continental, ao lado de Argentina, Chile e Porto Rico. Nesta quinta-feira, as brasileiras enfrentarão as porto-riquenhas. O principal nome da equipe adversária é Monica Puig, atual campeã olímpica e número 58 do ranking. O time porto-riquenho ainda conta com Lauren Anzalotta Kynoch, Erika Barquero e Maria Cecilia Aguiar.

Quem passar em primeiro lugar nesse grupo com quatro países disputará no próximo sábado a final do Zonal Americano contra a nação vencedora do Grupo A, formado pela anfitriã Colômbia, além de Paraguai, Chile e Equador.


Publicidade