Chances desperdiçadas

Início    /    Tênis    /    Chances desperdiçadas
Por Raphael Favilla  •  20 de Abril de 2019

Não foi desta vez que o paulista Thomaz Bellucci encerrou o jejum de finais no circuito. Ele entrou em quadra neste sábado para enfrentar o português João Domingues pelas semifinais do challenger de Túnis. O brasileiro desperdiçou nada menos que 15 dos 17 break points conseguidos na partida e acabou derrotado em sets diretos, levando um duplo 6/4 depois de 1h59 de partida.

Bellucci não disputava uma final desde o vice-campeonato no ATP 250 de Houston, dois anos atrás. Com sua campanha nesta semana no saibro tunisiano, ele ganhará pelo menos 10 colocações no ranking e poderá ganhar 11 se seu algoz não for o campeão do torneio, subindo na melhor das hipóteses para o 212º posto.

Uma vitória neste sábado não apenas levaria o canhoto de Tietê de volta para uma decisão, mas também o deixaria mais próximo do retorno ao top 200, podendo até sonhar com um lugar entre os 200 primeiros em caso de título.

Bellucci começou o jogo pressionando o saque de João Domingues, com quatro break points, mas sem conseguir aproveitá-los. O português por outro lado, tirou o saque do brasileiro e abriu logo 3/0 no primeiro set. O brasileiro, porém, fazia um bom jogo e conseguia sempre incomodar nas devoluções. Assim, conseguiu devolver a quebra no sétimo game e empatou em seguida em 4/4. Bellucci ainda teve a chance de pular na frente, com mais um break point perdido no game seguinte. E, na máxima do "quem não faz leva", acabou quebrado no décimo game, para definir em 6/4 para o rival.

O segundo set foi parecido, com Bellucci ainda mais ligado nas devoluções. Em quase todos os games de serviço do português, o brasileiro teve chances de quebra e conseguiu o break no terceiro, fazendo 2/1. Domingues, no entanto, devolveu logo em seguida, se mantendo na frente do placar. Sem conseguir novas quebras e desperdiçando outros cinco break points no sétimo game, Bellucci não resistiu novamente no décimo game, levando uma quebra decisiva, desta vez para o jogo.

Monteiro não passa da estrela no quali de Barcelona

A tentativa de furar o qualificatório do ATP 500 de Barcelona feita pelo cearense Thiago Monteiro acabou sendo frustrada logo na estreia. Neste sábado, ele enfrentou o argentino Federico Delbonis, segundo mais bem cotado na chave, e foi superado em sets diretos, com placar final de 7/6 (7-4) e 6/3.

Depois de superar o brasileiro, Delbonis terá um último obstáculo na busca por um lugar na chave principal. O argentino medirá forças com o experiente espanhol Guillermo Garcia-Lopez, que superou outro argentino na primeira rodada, batendo Carlos Berlocq com parciais de 6/4 e 6/3.


Publicidade