França fica perto brigar pelo bi na Davis

Início    /    Tênis    /    França fica perto brigar pelo bi na Davis
Por Raphael Favilla  •  15 de Setembro de 2018

Jogando em casa, na cidade de Lille, na mesma arena que viveu o título em 2017, os franceses fecharam o primeiro dia de competições válidas pela semifinal da Copa Davis com uma vantagem de dois a zero sobre a Espanha, que vem desfalcada de Rafael Nadal.

Estreante na competição aos 29 anos de idade, Benoit Paire teve a missão de fazer o primeiro jogo contra Pablo Carreño Busta, que sentiu uma lesão na coxa e acabou sendo superado facilmente por 7/5 6/1 6/0, em 1h54 de partida.

Em seguida, o número 1 francês, Lucas Pouille, precisou de 3h41 em quadra para conquistar a vitória em um jogo extremamente disputado contra Roberto Bautista Agut, pelo placar de 3/6 7/6(5) 6/4 2/6 6/4.

O local inclusive saiu perdendo, sofreu uma quebra logo em seu primeiro game de serviço e depois não conseguiu mais recuperar, perdendo o set inicial para Bautista.

Sem se abater com o placar desfavorável, o francês iniciou a virada ao faturar uma dura segunda parcial, em que abriu 5/2, perdeu a quebra de frente e só foi vencer no tiebreak. Pouille saiu atrás no terceiro set, mas após ver Bautista vencer os três primeiros games, ele faturou seis dos sete seguintes e pela primeira vez liderou o placar.

Contudo, a vitória não veio facilmente e o francês precisou jogar mais dois sets, isso porque no quarto ele amargou duas quebras e deixou o rival espanhol fazer 2 a 2. Na parcial decisiva, Pouille foi firme, confirmou os serviços sem sustos e na única oportunidade que teve conseguiu o break, no nono game, e em seguida sacou para o jogo, fechando no terceiro match-point que teve.

Campeã diante da Bélgica em 2017, a França, que levou 16 anos para voltar à final da competição, busca o bicampeonato seguido e o 11º título na história. Os espanhóis, por sua vez, conquistaram a Copa Davis cinco vezes e não chegam à final desde 2012, quando foram superados pelos tchecos.

Os franceses precisam vencer apenas mais uma das três partidas que restam e podem encerrar a série já nas duplas no sábado, quando Julien Benneteau e Nicolas Mahut medirão forças com Marcel Granollers e Feliciano López.

Publicidade