Joana Cortez e Rafaela Miiler conquistam Copa Rio Beach Tennis

Início    /    Outras Raquetes    /    Joana Cortez e Rafaela Miiler conquistam Copa Rio Beach Tennis
Por Raphael Favilla  •  08 de Maio de 2017

Calor, sol forte e areias lotadas. Cerca de duas mil pessoas prestigiaram as finais da Copa Rio Beach Tennis neste domingo na praia de Piratininga, em Niterói. Segundo maior evento do mundo no esporte, o evento reuniu 708 atletas de 12 países, e distribuiu US$ 10 mil de premiação e pontuação para o ranking mundial da Federação Internacional de Tênis.

No feminino, Joana Cortez e Rafaella Miiler faturaram o título de duplas. A parceria campeã mundial, única de fora da Itália a obter esse feito, derrotou na grande decisão a dupla brasileira formada por Flávia Muniz e Nathália Font por 7/5 6/1.

Font e Muniz chegaram à decisão depois de surpreenderem as favoritas nas semis. As brasileiras derrotaram a parceria formada pelas italianas Eva D´Elia e Veronica Visani de virada, com parciais de 4/6 6/2 6/4.  Na outra semifinal, Joana e Rafaella derrotaram a dupla que foi número 1 do mundo, a alemã Maraike Biglmaier e a venezuelana Patrícia Diaz por um duplo 6/2.

"Com certeza estou muito feliz, poder ganhar em casa, torneio super bem organizado, segundo maior do mundo. Sentimos um pouco a pressão no começo do jogo. Vínhamos de título semana passada, mas conseguimos encaixar nosso jogo no meio pro fim do primeiro set e deslanchamos. Quero agradecer minha treinadora, a italiana Simona Bonadonna", afirmou Joana, que com sua parceria soma dois títulos e mais duas finais nos quatro eventos que disputaram este ano (final em Salinas, no Equador, e Gran Canaria, na Espanha, e título em João Pessoa).

"Batemos na trave nos dois primeiros, perdemos para dupla italiana que vem ganhando tudo, mas conquistamos dois títulos seguidos, que só dão confiança pra gente", completou Joana, que agora descansa e se prepara para Maceió, em Alagoas, mais um evento do circuito mundial em duas semanas.

Miiller, jovem de 23 anos, vibrou com o troféu: "Começamos mais pressionadas, essa torcida toda, nervosismo de jogar em casa, entramos presa, sabíamos que seria difícil. Mas depois fomos nos acostumando, encaixamos nossa estratégia, ficamos mais atrás na quadra. Estou muito feliz com essa conquista de um torneio desse porte no Brasil, tem gente da minha terra de Praia Vermelha que tava torcendo aqui, foi super legal", disse a jogadora nascida em Londrina (PR) e que é radicada em Balneário Camboriú (SC).

No masculino, o título ficou com os italianos. Marco Garavini, tetracampeão mundial em 2004, 2012, 2013 e 2014, quarto do mundo, e Luca Cramarrossa, sexto colocado, bateram a dupla brasileira formada por Diogo Carneiro e Ralff Abreu por 6/2 6/1: "Eles foram perfeitos, não erraram uma bola e merecem o título, estamos muito felizes com a final, uma final em casa foi emocionante, ainda mais na minha cidade", disse Ralff, atleta natural de Niterói.

Garavini batendo na bola e Cramarrossa ao lado (Crédito: Cleon Medeiros) Garavini batendo na bola e Cramarrossa ao lado (Crédito: Cleon Medeiros)

"No 2/2 no primeiro set uma bola que foi por milímetros pra eles que poderia ter caído pra gente no 40/40 mudou o jogo que tinha começado equilibrado, assim é o esporte, esse detalhe acabou pesando, mas eles jogaram muito bem e mereceram. Não imaginávamos que chegaríamos a esta final, conquistamos um título na semana passada que nos deu confiança e estamos muito felizes", seguiu o carioca Diogo Carneiro.

A dupla brasileira ganhou o torneio de João Pessoa na semana passada, a maior conquista deles que haviam sido campeões Pan-Americanos no fim de 2016. Na semifinal Abreu e Carneiro superaram de virada a dupla do número 1 nacional e sétimo do mundo,Capeletti e Luca Carli é a líder, acreditamos que estamos parelhos a eles e vamos lutar pelo topo, sem dúvida. Os brasileiros estão muito bem também, alguns nomes como o Vinicius Chaparro, o Ralff e Diogo estão jogando cada vez melhor".

"O placar não diz o que foi o jogo, pelo placar foi fácil, mas não foi assim, foi uma partida difícil. Estamos muito felizes e gostamos muito do torneio, foi incrível", comemorou Cramarrossa.

Cada dupla campeã levou US$ 2 mil para casa (mais de R$ 6 mil), cada dupla vice-campeã ganhou US$ 1,2 mil (R$ 3,6 mil). Os semifinalistas faturaram US$ 500 (R$ 1,5 mil) e os quadrifinalistas ganharam US$ 250 (R$ 750). São 80 pontos para cada dupla campeã, 48 para a vice, 29 para a parceria semifinalista, 15 para quem caiu nas quartas, 6 para oitavas e 4 para quem perdeu na primeira fase.

Evento recorde no Brasil e segundo maior do mundo contou com 5 mil pessoas nos três dias - Além de ter recorde no país e segunda maior marca do mundo com 708 atletas de 12 países (Brasil, Argentina, Chile, Itália, Alemanha, França, República Tcheca, Rússia, Japão, Holanda, Aruba e Venezuela), com 17 estados brasileiros e 60 cidades representadas, a Copa Rio Beach Tennis movimentou a cidade de Niterói. Nos três dias de evento foram cerca de 5 mil pessoas com cerca de duas mil assistindo a grande decisão do masculino e feminino.

"Foi um sucesso o evento, maior que esperávamos, nossa meta inicial era bater o recorde nacional que era em torno de 570 e superamos essa marca, a galera elogiou bastante o evento, vários jogadores e atletas amadores vieram falar conosco do evento. Estamos muito felizes e dispostos a continuar com a competição em 2018 e fazer o torneio ainda melhor e maior", afirmou Tiago Martins, organizador do evento.

Da esq. para a dir. Cramarrossa, Garavini, Joana, Rafaella, Flávia Muniz, Nathália Font, Ralff Abreu e diogo Carneiro (Crédito: Cleon Medeiros) Da esq. para a dir. Cramarrossa, Garavini, Joana, Rafaella, Flávia Muniz, Nathália Font, Ralff Abreu e diogo Carneiro (Crédito: Cleon Medeiros)

Resultados deste Domingo no Profissional:

Final Masculina

Marco Garavini/Luca Cramarrossa (ITA) 2x0 Ralff Abreu/Diogo Carneiro (BRA) 6/2 6/1

Semi Final Masculina

Marco Garavini/Luca Cramarrossa (ITA) 2x0 Thales Santos/Marcus Ferreira (BRA) 6/2 6/3

Ralff Abreu/Diogo Carneiro (BRA) 2x1 Vinicius Font/Aksel Samardzic (BRA/ARU) 3/6 6/1 6/4

Final Feminina

Joana Cortez/Rafaella Miiller (BRA) 2x0 Nathália Font/Flávia Muniz (BRA) 7/5 6/1

Semi Final Feminina

Joana Cortez/Rafaella Miiller (BRA) 2x0 Patrícia Diaz/Maraike Biglmaier (VEN/ALE) 6/2 6/2

Nathália Font/Flávia Muniz (BRA) 2x1 Eva D´Elia/Veronica Visani (ITA) 4/6 6/2 6/4

Confira os campeões das categorias amadoras:

Categoria A - Feminino - Mariana Carvalho e Mônica Borneau / Masculino - Jaílson Paz e Thiago Santos / Simples Feminino - Roberta Pletsc / Simples Masculino - Paulo Santos

Categoria B - Feminino - Tanara Pedrini e Simone Klein / Masculino - Patrick David e Marcos Cavallari Simples Feminino - Delaine Generoso / Simples Masculino - Marcelo Moreira

Categoria C - Feminino - Juliana Ferreira e Nayara Malheiros Masculino - Diogo Laydner e Anderson Pontes / Simples Feminino - Camila Eigelberg / Simples Masculino - Gabriel Santos

Dupla Mista A - Murilo Brisot/Stephanie Barbosa

Dupla Mista B - José Martins e Natascha Klein

Dupla Mista C - Guilherme Rosani/Rosana Leite

Categoria 40+

Masculino - Jaílson Paz/Alessandro Esteves Feminino - Mariana Carvalho e Mônica Borneau

Categoria 50+

Masculino - Ricardo Castro e João Pinho / Feminino - Denise Cavalcante e Cláudia Conte

Publicidade