Melo salva match-points e vai à semi, Soares cai

Início    /    Tênis    /    Melo salva match-points e vai à semi, Soares cai
Por Raphael Favilla  •  04 de Outubro de 2018

Se o dia não foi bom para o mineiro Bruno Soares, eliminado em Tóquio, para o conterrâneo Marcelo Melo a quinta-feira foi bem diferente. Ele e o parceiro polonês Lukasz Kubot flertaram com a eliminação no ATP 500 de Pequim, salvaram dois match-points e no fim conseguiram a vitória que os garantiu nas semifinais do torneio.

Cabeças de chave 2, Melo e Kubot tiveram pela frente a forte parceria do indiano Rohan Bopanna com o francês Edouard Roger-Vasselin, que deram trabalho e saíram na frente, mas acabaram levando a virada e caíram com o placar final de 4/6, 6/4 e 12-10, após 1h27 de partida.

"Foi um jogo duro contra uma dupla que joga muito bem, tanto que perdemos para eles em Roland Garros este ano. Aqui as condições são um pouco mais favoráveis para nós, por ser uma quadra mais rápida. O jogo foi para os dois lados. Eles tiverem três match points, conseguimos buscar. Foi bom termos passado. Agora é ir com confiança nessa semifinal", explicou Marcelo.

Marcelo ainda comentou um lance no match point. "Aconteceu uma coisa até atípica. O Lukasz acertou uma devolução na minha cabeça. Vasselin sacou fora e o Lukasz acertou um torpedo na minha cabeça. Fiquei um pouco tonto, esperei um pouquinho. Aí o Vasselin acabou dando dupla falta e terminou o jogo dessa maneira. Essa é a segunda semana que o Lukasz me dá uma bolada na cabeça e aí vamos ter que criar uma campanha para ver quem vai me fornecer um capacete, porque está difícil", brincou.

A vitória foi comemorada no match tie-break, após Melo e Kubot conseguirem salvar os três match points para, na sequência, fechar em 12-10, com muito equilíbrio que, aliás, esteve presente em toda a partida. No primeiro set, Bopanna e Vasselin venceram após uma única quebra, no terceiro game, mantendo depois a vantagem para marcar 6/4. Na segunda série, o break só veio no décimo e último game, desta vez para Melo e Kubot, que aproveitaram a chance de quebra para devolver o 6/4 do set inicial e buscar a virada.

Em busca de um lugar na final, o mineiro e o polonês terão como adversários na próxima rodada os colombianos Juan Sebastian Cabal e Robert Farah, terceiros mais bem cotados ao título no torneio, que também tiveram trabalho nas quartas e precisaram buscar a virada para cima do ucraniano Denys Molchanov e do eslovaco Igor Zelenay, marcando 4/6, 7/6 (7-2) e 10-8.

Soares e Murray perdem nas quartas em Tóquio

Não deu para o mineiro Bruno Soares e para o britânico Jamie Murray no ATP 500 de Tóquio. Cabeças de chave número 2, eles foram eliminados nas quartas de final, caindo nesta quinta-feira diante da dupla de convidados, o japonês Yasutaka Uchiyama e o britânico Joe Salisbury, com parciais de 7/6 (7-4), 4/6 e 10-3.

A parceria mineiro-britânica chegou a ter um set-point no décimo game do primeiro set, mas não aproveitou a chance e tiveram que definir a situação no tiebreak, em que novamente chegaram a ter uma boa oportunidade, abrindo 2-0 com um mini-break de frente. Só que acabaram levando a virada e viram os rivais marcarem 1 a 0.

Publicidade