Sensação chilena surpreende e disputa semi em SP

Início    /    Tênis    /    Sensação chilena surpreende e disputa semi em SP
Por Raphael Favilla  •  03 de Março de 2018

O chileno Nicolas Jarry continua embalado e já está na semifinal do Brasil Open. A sensação de 22 anos passou pelo cabeça de chave 1 Albert Ramos Viñolas, da Espanha, com parciais de 6/7(6), 6/4 e 7/6(3), nesta sexta-feira, no Ginásio do Ibirapuera.

Seu adversário na semifinal será o argentino Horacio Zeballos, não antes das 14h30 deste sábado. A outra vaga na final será disputada pelo tricampeão Pablo Cuevas, do Uruguai, e pelo italiano Fabio Fognini, a partir das 12h30.

A rodada também terá a segunda semifinal de duplas, com os argentinos Carlos Berlocq e Nicolas Kicker encarando o holandês Wesley Koolhof e o neozelandês Artem Sitak, não antes de 16h30. A primeira teve vitória dos argentinos Federico Delbonis e Maximo Gonzalez contra o paulista Rogério Dutra Silva e o tcheco Roman Jebavy, por 7/5, 3/6 e 10-7.

Jarry é o primeiro chileno a fazer duas semifinais consecutivas em ATP desde Fernando Gonzalez em 2009. A revelação de 2018 também alcançou esta fase no ATP 500 do Rio de Janeiro.

“Estou realmente feliz com esse grande resultado. Foi parecido com ontem, perdendo o primeiro set. Tive que me manter muito concentrado por toda a partida. Estou feliz com a maneira com que as coisas saíram. Poderia ter ido para qualquer lado, a partida foi definida num tiebreak do terceiro set. Tive que me manter agressivo, atacando a bola, não dando ritmo ao rival”, comentou Jarry.

Disputando uma sequência de partidas importantes inédita em sua carreira, Jarry tem lidado com o cansaço, mas está buscando uma reserva de energia para tentar ser campeão. “Estou fazendo um grande trabalho com meu preparador físico e meu treinador. Tenho que estar preparado para amanhã”, afirmou o chileno.

Zeballos e Jarry se enfrentaram três vezes e o argentino levou a melhor em duas. Porém, o chileno ganhou justamente o confronto realizado em saibro coberto, na Colômbia, nas mesmas condições do Brasil Open.

A partida foi muito equilibrada do começo ao fim e o vencedor foi quem conseguiu aproveitar melhor os momentos importantes. A parcial inicial não teve quebra alguma e a definição foi para o tiebreak, em que Ramos fez valer a maior experiência e o favoritismo para levar a melhor sobre o chileno de 22 anos e abrir vantagem de 1 a 0 no confronto.

Jarry não se abateu com a desvantagem e seguiu firme no segundo set. O empate para o chileno veio com uma quebra no nono game e uma confirmação de serviço complicada na sequência, em um game no qual o sul-americano salvou cinco break-points e só fechou no terceiro set-point que teve.

Atual vice-campeão do torneio, Ramos teve trabalho nos seus dois primeiros games de serviço na terceira parcial e precisou salvar um break-point na segunda vez que foi ao saque. Contudo, logo depois disso, ele conseguiu uma quebra para cima do chileno, que devolveu a desvantagem em seguida e mais uma vez eles jogaram um tiebreak, que desta vez foi vencido por Jarry.

Publicidade