Tudo empatado

Início    /    Tênis    /    Tudo empatado
Por Raphael Favilla  •  01 de Fevereiro de 2019

O Brasil terá que suar para conquistar uma vaga na fase final da Copa Davis de 2019. Depois de uma vitória arrasadora de Thiago Monteiro no primeiro jogo, Rogério Dutra Silva entrou em quadra com a possibilidade de colocar o país com uma mão na classificação contra a Bélgica. Mas, o paulista encontrou muita dificuldade diante do belga 195 do ranking Kimmer Coppejans, sendo derrotado em sets diretos, parciais de 6/4 e 6/4, em 1h44 de confronto.

Primeiro a entrar em quadra, Thiago Monteiro não decepcionou e arrasou Arthur De Greef por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/2, em apenas 61 minutos. O resultado colocou o Brasil na frente da Bélgica na série melhor de cinco jogos, disputada em quadra de saibro no Ginásio do Sabiazinho, na cidade mineira de Uberlândia

Em seu sexto confronto na tradicional competição entre países, Monteiro pôde enfim jogar em casa pela primeira vez. E, no embalo da torcida, o atual 107º do ranking praticamente não correu riscos diante do rival, 202º do mundo. O tenista brasileiro não sofreu nenhuma quebra na partida.

Ao mesmo tempo, pressionou o serviço desde o início. Assim, abriu 3/0 no set inicial com certa facilidade. Mostrando eficiência no saque, no fundo de quadra e até na rede, que não costuma ser o seu ponto forte, o brasileiro não desacelerou em nenhum momento da partida. No segundo set, o ritmo foi o mesmo: abriu 4/0 e encaminhou o triunfo.

Já no segundo confronto, Rogerinho demonstrou grande dificuldade em manter a bola em jogo, ou encurtando demais os golpes ou cometendo erros não forçados. Depois de salvar dois break points no terceiro game, o brasileiro acabou quebrado no quinto, diante de um jogo muito consistente de Coppejans. O belga, por outro lado, não se via ameaçado com seu saque em nenhum momento e, depois de abrir 4/2, conseguiu apenas administrar a vantagem até fazer 6/4.


Com a reestruturação da Copa Davis, a rodada de sábado conta com até três jogos e começa às 14h (de Brasília) com os mineiros Marcelo Melo e Bruno Soares jogando duplas contra Sander Gille e Joran Vliegen. Na sequência, Monteiro e Coppejans fazem o quarto jogo da série e que pode definir o confronto.

O Brasil busca a vitória contra a desfalcada equipe belga, que não tem David Goffin e nem Steve Darcis, para ganhar vaga na fase final da Davis, que equivale à elite do tênis mundial. Esta fase será toda disputada em apenas uma semana, em novembro, na cidade de Madri. Até a temporada passada, o então Grupo Mundial era realizado ao longo do ano, em diversas sedes.




Publicidade