Uma convidada diferente

Início    /    Tênis    /    Uma convidada diferente
Por Raphael Favilla  •  18 de Março de 2019

Bianca Andreescu se tornou, aos 18 anos, a primeira convidada a vencer a chave feminina do Torneio de Indian Wells. Neste domingo, a canadense, que ocupa o 60º lugar no ranking da WTA, alcançou o feito ao superar a alemã Angelique Kerber, três vezes campeã do evento e ex-número 1 do mundo, por 2 sets a 1, com parciais de 6/4, 3/6 e 6/4.

Andreesceu precisou superar problemas físicos no último set para ganhar o primeiro título de sua carreira, tendo recebido atendimento médico quando vencia a parcial por 2/1, para tratamento de dores no ombro e braço direito. Depois, então, a alemã ganhou dois games consecutivos.

A canadense fechou o jogo no quarto match point. Ela quebrou o saque de Kerber três vezes no terceiro set, recuperando-se da desvantagem de 3/2, para depois ganhar quatro dos últimos cinco games, fechando a partida após 2 horas e 18 minutos. "Este momento se tornou realidade, então é muito, muito louco" disse.

Kerber foi a último das cinco cabeças de chave que Andreescu eliminou nos sete jogos que fez em Indian Wells, sendo que nas semifinais havia passado pela ucraniana Elina Svitolina, a número 6 do mundo. Esta foi a segunda final da carreira da canadense, que no começo da temporada foi vice-campeã em Auckland.

Nascida no Canadá, Andreescu depois se mudou para a Romênia com seus pais e começou a jogar tênis. A canadense seguiu os passos de Naomi Osaka, que era pouco conhecida, com 20 anos, quando ela ganhou o título em 2018 em Indian Wells. A japonesa, então, usou a conquista como um trampolim para depois ser campeã do US Open e do Aberto da Austrália, assumindo a liderança do ranking em janeiro.

Kerber, a número 8 do mundo, permanece sem título desde que venceu Wimbledon em 2018. E prevê-se que Andreescu suba 36 lugares, para o 24º, na atualização desta segunda-feira da lista da WTA.


Publicidade