Vivo

Início    /    Tênis    /    Vivo
Por Raphael Favilla  •  14 de Novembro de 2018

Surpreendido pelo japonês Kei Nishikori em sua estreia no ATP Finals, no último domingo, Roger Federer reagiu bem nesta terça-feira. Com facilidade, o suíço venceu o austríaco Dominic Thiem por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 6/3, em apenas 1h07min, e se manteve vivo na luta por vaga na semifinal da competição que reúne os oito melhores tenistas da temporada, na O2 Arena, em Londres.

Depois de marcar sua primeira vitória no ATP Finals, Federer comentou sobre a decisão de cancelar a sessão de treinos que faria na última segunda-feira no Queen's Club. Com bom humor, o suíço pensa até em repetir a dose antes da próxima partida.

"Não treinei ontem e funcionou. Farei o mesmo amanhã (risos). O problema que tive no outro dia era mental, não físico. Eu precisava limpar a minha cabeça um pouco com a minha família e o resultado de hoje foi positivo. Estou muito bem fisicamente e isso é muito importante para mim", disse Federer.

"Eu não sei o que aconteceu no jogo no outro dia contra o Kei. Talvez eu não sentisse bem as pernas ou não tinha me adaptado às condições da quadra. São coisas que podem acontecer numa fase de grupos, mas o importante é que hoje me senti bem e estou pronto para o próximo jogo", acrescentou o suíço.

Cabeça de chave número 2 do torneio realizado em quadra dura e coberta na capital inglesa, Federer acumula seis títulos deste importante evento e na próxima quinta-feira, contra o sul-africano Kevin Anderson, jogará para avançar pela 15ª vez às semifinais em 16 participações no ATP Finals.

Aos 37 anos de idade, o tenista da Basileia voltou a exibir o seu nível habitual de jogo nesta terça-feira, no qual foi dominante contra o atual oitavo colocado do ranking mundial. Ele confirmou todos os seus saques sem oferecer nenhuma chance de quebra ao austríaco e ainda converteu quatro de sete break points para encaminhar o seu triunfo em sets diretos.

A vitória de Federer sem perder nenhuma parcial nesta terça-feira também impediu a classificação antecipada de Kevin Anderson às semifinais. O tenista da África do Sul abriu o dia de disputas do Grupo Lleyton Hewitt arrasando Nishikori por 6/0 e 6/1, horas mais cedo, mas agora corre o risco de perder a liderança ou até de ser eliminado na rodada final da chave, na quinta.

Anderson estreou no ATP Finals com uma vitória por 2 sets a 0 sobre Thiem. E, mesmo com duas derrotas em dois jogos, o austríaco ainda tem chances matemáticas de avançar às semifinais na quinta-feira, quando vai encarar Nishikori.

Atual terceiro colocado da ATP, Federer ganhou quatro dos cinco jogos que travou com Anderson até hoje no circuiro profissional, mas o sul-africano levou a melhor no último dele, no Grand Slam de Wimbledon.

Publicidade